Clinica My Way | Dentista Emergência 24 Horas e Atendimento domiciliar - Não Aceitamos Convênios

A real necessidade do uso da Ortodontia preventiva

Nos dias de hoje, muitas crianças, após trocar os dentes de leite pelos permanentes acabam por usar o aparelho fixo para corrigir problemas de mordida ou de dentes que já estão tortos. Por outro lado, você sabia que já existe uma alternativa para evitar que alguns desses casos aconteçam? É a ortodontia preventiva.

O que é ortodontia preventiva?

A ortodontia preventiva é um método que busca diagnosticar com antecedência os problemas ortodônticos que uma criança possa ter, ainda na fase em que os pequeninos estão com dentes de leite na boca. A verdade é que esse é um dos principais motivos pelo qual se recomenda que os pais façam o correto acompanhamento odontológico dos filhos com um dentista especialista em odontopediatria desde cedo.

Como funciona?

Um dos principais focos da ortodontia preventiva é a preservação dos espaços naturais que existem entre os dentes de leite, para que os dentes permanentes possam nascer e ocupar este espaço natural, sem comprometer ou entortar outros dentes ou até mesmo nascer tortos ou atrás de outros dentes.

Por isso, a maioria dos tratamentos de ortodontia preventiva consiste justamente no uso de pequenos aparelhos móveis durante a fase de crescimento das crianças, para ajudar a manter esses espaços.

Assim, crianças com problemas ortodônticos de má oclusão, como mordida cruzada, mordida aberta ou mordida profunda podem ser resolvidos de maneira mais simples, evitando um tratamento mais longo e delicado, como o uso de aparelho fixo ou a extração de dentes.

Quando deve ser realizada?

O ideal é que os procedimentos de ortodontia preventiva sejam realizados no período de pico do crescimento ósseo da criança, desde os 6 até os 12 anos, aproveitando assim para incentivar o desenvolvimentos dos ossos da maxila e mandíbula sem precisar de tratamentos mais complexos no futuro.

É importante ainda seguir as recomedações do dentista nesta importante fase de desenvolvimento e crescimento das crianças e tentar identificar e evitar usos inadequados de chupetas e hábitos como “chupar dedos”, que contribuem para aumentarem o problema de mordidas erradas nas crianças, sendo muitas vezes a origem dos problemas de mordidas erradas.

Fonte: OdontoPrev

Você ainda está em dúvida sobre este assunto?

Se você gostaria de saber mais sobre este assunto ou está precisando de tratamento, as Clínicas My Way ficam a disposição para esclarecer qualquer dúvida. Clique aqui e saiba como podemos ajudar.

 

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*